Name Price24H (%)
Bitcoin (BTC)
$3,418.21
-4.1%
Ethereum (ETH)
$88.73
-4.9%
Bitcoin Gold (BTG)
$11.74
-3.41%
XRP (XRP)
$0.299409
-2.7%
EOS (EOS)
$1.85
-8.72%
Como resolver o criptoproblema de US$ 1 trilhão

Altcoins, ICO

Como resolver o criptoproblema de US$ 1 trilhão

Se for verdade que o mundo atual das criptomoedas é como a internet do início dos anos noventa, então o Google e a Amazon do ramo provavelmente ainda nem existem.

O Bitcoin iniciou a revolução descentralizada com uma forma nova e revolucionária de moeda corrente e, hoje em dia, as direções para as quais os projetos de blockchain estão se ramificando são diversas, para dizer o mínimo. Mas um prêmio ainda não foi reclamado: a adoção em massa pelos usuários de uma criptomoeda de mercado.

A empresa que irá reclamar esse prêmio de um trilhão de dólares pode estar em sua infância agora, e pode ainda nem existir. Então, como podemos identificá-la quando ela aparecer?

Mais que um belo código

O projeto de blockchain que terá sucesso em conseguir a adoção em massa deve, é claro, ter o melhor código. Se a criptoeconomia não for incentivada corretamente, o projeto falha. É simples assim.

Mas o projeto que tiver sucesso em trazer a criptomoeda para as massas precisa de mais do que um belo código. O iPhone mudou o mundo, mas não por ter o melhor hardware, ou mesmo o melhor software.

O Projeto Divi tem uma solução única para capturar o criptoprêmio de mais de US$ 10 trilhões, que é a “adoção em massa” por milhões de pessoas comuns.

Ele busca trazer o poder do blockchain àqueles que agora o evitam, atualmente o achando muito técnico, desinteressante e assustador. Não se engane: a conversão das moedas oficiais para digitais será inevitavelmente a maior transferência de riquezas do mundo, chegando a diversos trilhões de dólares. Nunca houve uma maior oportunidade financeira na história, e o Projeto Divi pretende ser o primeiro do mercado com uma solução viável.

Uma criptomoeda que você pode usar

Uma das principais dificuldades que a indústria das criptomoedas enfrenta é a falta de usos no mundo real. O Divi desenvolveu um protocolo que não apenas permite uma geração passiva de moedas através do seu one click e seu sistema de nós principais de cinco níveis, mas também está desenvolvendo uma carteira inteligente diferente de qualquer outra.

A carteira inteligente é um aplicativo que pode ser usado de um computador, smartphone, ou navegador web que permite aos usuários rastrear seus ganhos, interagir com a comunidade e realizar transações entre pares através do seu mercado descentralizado.

Essa carteira também será usada para realizar transações no mundo real através de integrações com coisas como o Apple Pay. Imagine ser capaz de ir ao supermercado e pagar suas compras com uma moeda digital!

Mas será que um aplicativo fácil de usar que oferece um acesso de um clique a dinheiro passivo e digital é o suficiente para diferenciar o Projeto Divi?

Para que um projeto de blockchain tenha um impacto do nível iPhone, uma verdadeira visão é necessária. O Projeto Divi – que agora está criando um novo sistema para a adoção em massa – tem uma equipe com a visão e a experiência prática necessárias para esse tipo de impacto.

Visionários

São necessários visionários para enxergar a visão geral e incorporar ideias de uma variedade de disciplinas para dirigir o projeto na direção correta.

Ramez Naam

Ramez, um futurista de grande visão e filósofo da tecnologia que também sabe se virar programando (ele possui 19 patentes relacionadas a mecanismos de busca, recuperação de informações, navegação web, inteligência artificial, e aprendizado de máquina), está em uma posição única para ver o potencial oferecido pela tecnologia blockchain.

“Estamos presos em um espaço onde as criptomoedas são principalmente usadas por especuladores e desenvolvedores – não consumidores”, continua Ramez. “O Divi tem o poder de mudar isso. Com seu foco incansável em tornar o dinheiro digital fácil, o Divi tem o poder de trazer a criptomoeda para as massas. Para mim, foi irresistível fazer parte do Divi.”

Toni Lane Casserly

Carinhosamente conhecida como a “Joana D’Arc do blockchain”, Lane Casserly foi membro-fundadora do CoinTelegraph e uma grande força por trás do movimento nacional do blockchain. Ela também é uma “artempreendedora”; É uma artista de sucesso em gravadoras e fundadora do movimento “imaterialismo” (pós-arte), onde usa a consciência como um meio. É esse tipo de conhecimento extremamente multidisciplinar que permite a Lane Casserly trazer a perspectiva única ao projeto Divi que irá permiti-la ter sucesso nesse ambiente em rápida evolução.

Aqui está um exemplo de como ela pensa alto:

“Moedas digitais como a Divi colocam o poder nas mãos do criador, permitindo um futuro onde a posse é soberana e a busca da prosperidade está intrinsecamente atrelada aos nossos valores. Isso é um futuro onde o trabalho é construído sobre os princípios da criação na busca da liberdade, não extração na busca de posse e opressão. Estou entusiasmada para ver esse experimento econômico se desdobrar.”

Administração

Tim Sanders

Ex-diretor-chefe de soluções do Yahoo, Tim é um especialista em processos de vendas, nova mídia, desenvolvimento de liderança, e gerenciamento de talentos. A filosofia de negócios de Sanders é exatamente o que é preciso para um projeto dessa escala: compartilhar seu conhecimento, rede de contatos, e paixão por multiplicar o valor de todos com quem você interagir.

“Durante os últimos cinco anos,” diz Sanders, “estive observando a cena das criptomoedas, procurando pela melhor oportunidade para ajudar uma equipe a mudar o mundo. O Divi é essa oportunidade. A equipe vai tornar as moedas digitais mais fáceis de comprar, usar e transferir para investidores convencionais (como eu). Desde soluções de um clique até sua proposta de nó principal, essa equipe entende o que vai ser preciso para levar esse setor para além do revolucionário.”

Geoff McCabe

Sendo um empreendedor em série cuja rede de startups emprega mais de mil pessoas em doze países, McCabe é um administrador conhecido por sua habilidade de realizar o impossível.

Publicitários e palestrantes

Publicitários profissionais são necessários para ter certeza de que a mensagem é transmitida. As criptomoedas ainda são algo novo, então as pessoas precisam ser educadas para poder entender sua proposta de valor.

Heidi Krupp, uma das maiores publicitárias de Nova York, já trabalhou com clientes como Tony Robbins, Visa, e American Express.

Tim Sanders, Ramez Naam, e Toni Lane Casserly são todos oradores públicos amplamente citados que oferecem consultoria, aulas, e palestras em todo o mundo. Como contribuidores para o projeto Divi, eles estão espalhando a proposta em seus respectivos círculos, atraindo interesse, investidores, e talentos.

Designers

É claro que os melhores programadores e designers são necessários para criar uma interface que vá além de tudo que existe até agora no mundo das criptomoedas.

Michael Greenwood

Michael foi diretor de criação da Microsoft com mais de 20 anos de experiência em mídia digital. Tendo liderado grandes equipes de design criativo e também pequenas, ele traz um conhecimento comprovado de estratégia e visão criativa.

Zafar Mohammed

Ele trabalhou no Dash, criou uma carteira para o Ethereum e trabalhou em aplicativos para o Litecoin. Com tantos blockchains competindo, é incerto qual será considerado o padrão e onde a adoção em massa irá acontecer. O projeto Divi, devido à sua equipe visionária, está bem posicionado para ser aquele que irá obter o prêmio de um trilhão de dólares.

Facilitadores Diversos
Pessoas com históricos diversos são necessárias para se ter a certeza de que diferentes vozes sejam ouvidas e que os recursos corretos possam ser integrados à interface do software. Eles também são necessários para se garantir que as pessoas, além dos nerds ferrenhos do mundo do blockchain, possam fazer parte.

Kalani Mo’e
Um nativo do Havaí com vasta experiência em marketing na indústria da música e especializado em alcance de comunidade e marketing criativo, Kalani está estrategicamente posicionado para alcançar regiões geográficas muito mal representadas nas criptomoedas.

Kelsey Matheson
Criadora da Academia da Saúde Plena e Vida Consciente, um curso para mulheres focado em problemas de saúde femininos pouco compreendidos e mal diagnosticados, a experiência e rede de contatos de Kelsey traz pontos de vista e regiões geográficas que estão em severa falta no mundo das criptomoedas.

Muitos projetos de blockchain carecem de uma administração de negócios realista e experiência com marketing. Isso resulta no mínimo em talento desperdiçado e, nos piores casos, projetos se perdendo no caos. O Projeto Divi é formado por uma equipe que, sem dúvidas, não terá esse problema.

A venda dos tokens Divi está programada para o bloco número 4438800 do Ethereum (27 de outubro). Confira as informações aqui:  https://diviproject.org/crowdsale

Redação

Comentários