fbpx

Follow us on social

Ilustração da moeda Ethereum

Apresentando o Ethereum: nova geração de criptomoeda e plataforma de aplicações descentralizadas.

Compartilhe com seus amigos

O Ethereum é uma tecnologia, ainda em fase de desenvolvimento, que promete revolucionar o mundo, da mesma forma que estão fazendo as moedas virtuais, a exemplo do bitcoin.

A filosofia do protocolo Ethereum é, de certo modo, o oposto da usada nas criptomoedas de hoje, que visam adicionar mais complexidade para aumentar o número de suas características. Assim, como resultado, tem-se um protocolo com uma única finalidade, fechado, e destinado a uma lista limitada de aplicações. Já no Ethereum, que é de design aberto, é usada uma linguagem de script universal, que será utilizada para literalmente construir quaisquer atributos matematicamente descritíveis através do mecanismo de contratos. Referida linguagem permite aos desenvolvedores de todas partes do mundo escrever seus próprios contratos, distribuindo-os na rede descentralizada do Ethereum.

O Ethereum pode ser usado basicamente para qualquer coisa: codificar, descentralizar, assegurar  e comercializar contratos e acordos de qualquer tipo, nomes de domínio, casas de câmbio, financiamentos públicos, títulos de propriedade (incluindo a intelectual) etc.

Funciona o dueto Ethereum/ether  de forma similar ao Bitcoin/bitcoin (o primeiro, como sistema de pagamentos e o segundo, como moeda do sistema). Então o ether é a moeda, ou como seus autores preferem  chama-la: o “criptocombustível”, que vai manter os contratos ativos do Ethereum, uma vez que para ser mantido na rede distribuída,  o contrato precisa de fundos para adimplir o custo de manutenção da rede.

Como funcionam os contratos?

Se você acha que bitcoin é o futuro, então espere só pra ver o que o Ethereum tem para oferecer. Analogamente falando, se o bitcoin substiturá os cartões de crédito e empresas de remessas de dinheiro, o Ethereum vai substituir entidades que dão suporte aos nossos contratos de hoje, como os cartórios, que aliás só existem para esse propósito único.

Os contratos são imprescindíveis na vida moderna: contrato de compra e venda, contrato de trabalho, certidões de nascimento, casamento etc.,e todos precisam de registro/garantia/fé pública. Imagine-se então uma espécie de “carteira de identidade digital” protegida por criptografia? Seria impossível clonar, duplicar ou falsificar um contrato digital dessa modalidade.

“In Cryptography We Trust” 

O Ethereum leva a expressão “in cryptography we trust” para um patamar mais elevado, já que permitirá que contratos de qualquer natureza, hoje são baseados na confiança (atestada em cartórios),  se basearão em criptografia, eliminando a necessidade de interferência de terceiros.

Não seria incorreto afirmar que o Ethereum já é uma consequência da boa reputação que a criptografia está trazendo ao mundo, substituindo sistemas  suscetíveis a falhas, erros e, principalmente, à corrupção.

Ainda há tempo para participar do projeto?

A resposta é sim, somente agora em julho a equipe do Ethereum liberou a venda de sua moeda ether.  É bom lembrar que a venda do ether é finita e tem uma programação a ser seguida.

No momento, com 1 BTC pode-se comprar 2000 ethers. Então, dividindo-se 17.896.647 ethers  já vendidos (até o momento da publicação desse artigo) por 2000, chega-se a um total aproximado de 8950 bitcoins, ou aproximados 13.4 milhões de reais.

Esse é o total que a equipe do Ethereum já arrecadou até o momento, em pouco mais de 1 semana de vendas do eather.  Pelo total arrecadado, dá pra perceber o voto de confiança, e interesse, que a comunidade online está dando ao time de desenvolvimento do Ethereum.

Planos para o Futuro

Os exemplos supracitados são apenas alguns dos incontáveis casos em que essa fantástica e promissora plataforma poderá ser aplicada no âmbito mundial.

E como se dará essa mudança de contratos baseados em confiança para contratos baseados em criptografia?

Bem, essa é uma outra questão, onde provavelmente ninguém sabe ao certo como, mas que virá, virá. Da mesma forma como está ocorrendo a mudança cultural com o advento do bitcoin: em outras palavras, provavelmente será “aos trancos e barrancos”, já que tal mudança envolve duas coisas que não são tão fáceis de realização : retirar o poder estabelecido das mãos de poucos e modificar as leis para acomodar tais mudanças.

Para entender mais sobre o Ethereum, suas propostas e funcionamento, aqui um vídeo bem interessante, legendado, com lingugem não tão técnica:

Fontes: www.ethereum.org e www.genius.com


Compartilhe com seus amigos

Gostou desse artigo? Seja o primeiro a ver outros conteúdos como esse.

About The Author

Somos a vanguarda da informação sobre Bitcoin e altcoins no Brasil. Desde 2013, fazemos iniciantes entenderem o que é criptomoeda e como funciona a blockchain e ajudamos especialistas a tomar decisões de investimento por meio de conteúdo original e notícias relevantes sobre as diferentes moedas digitais. Para isso, tornamos o conhecimento acessível em artigos, tutoriais, vídeos, podcasts e newsletters. Neles, informamos diariamente o valor do Bitcoin, Ethereum, Bitcoin Cash, Litecoin ou outros ativos, acompanhamos a movimentação do mercado de Bitcoin e seus efeitos sobre outras criptomoedas, avaliamos exchanges, moedas e outros projetos, trazemos especialistas para explicar conceitos e acontecimentos, e ensinamos desde operações básicas, como comprar Bitcoin, até mais complexas, como montar uma máquina de mineração. Se você quer ser o primeiro a saber disso tudo, acompanhe nossas redes sociais.