Name Price24H (%)
Bitcoin (BTC)
$6,478.97
-0.65%
Ethereum (ETH)
$204.35
-0.68%
Bitcoin Gold (BTG)
$26.10
0.03%
XRP (XRP)
$0.453645
-1.15%
EOS (EOS)
$5.38
-1.15%
Com US$ 140 milhões para adquirir o BT, TRON ganha mais de 1...

Bitcoin

Com US$ 140 milhões para adquirir o BT, TRON ganha mais de 100 milhões de usuários

Tem havido discussões acerca da aquisição do BitTorrent (BT) por parte da TRON no campo das criptomoedas.

A TechCrunch divulgou o valor de US$ 140 milhões. Além desta, parece não haver mais informações disponíveis. Espantadas com a grande jogada de Justin Sun, as pessoas demonstram especial interesse no que o futuro reserva para o BT e a TRON.

O BT é uma empresa que assumiu a liderança no uso de P2P para melhorar significativamente a velocidade de download. Eles têm um grande volume de tráfego na internet. A TRON, por outro lado, também almeja operar de forma descentralizada como uma plataforma blockchain, porém neste momento precisa de usuários. A aquisição do BT pela TRON ajuda a atingir este marco específico.

Pode-se afirmar que a aquisição do BT está alinhada com as estratégias da TRON.

A ambição da TRON: ganhar bilhões de usuários

A TRON é essencialmente uma empresa de tecnologia blockchain que almeja construir a infraestrutura para uma internet descentralizada. Atualmente, o Protocolo TRON é um dos maiores sistemas operacionais baseados em blockchain do mundo. Ele oferece suporte escalável, completo e altamente disponível que serve de base a todos os aplicativos descentralizados executados no protocolo.

Apesar de os usuários alvo da TRON serem empresas, como uma tecnologia de base, ela ainda assim gostaria de alcançar consumidores comuns a fim de influenciar ainda mais os desenvolvedores do lado empresarial.

Ele é de certa forma similar ao sistema iOS, da Apple. Apesar de os usuários finais da Apple serem seus fãs, se não fosse pelos desenvolvedores de aplicativos iOS reunidos no sistema iOS que lhes serve como base, a Apple não teria uma influência tão expressiva na área de hardware e no mercado consumidor. O fracasso do Windows Phone é um bom exemplo deste padrão. Quando desenvolvedores do lado empresarial vêem tantos fãs, eles se motivam a desenvolver mais aplicativos e a expandir o ecossistema Apple como um todo.

Assim sendo, para a TRON, o B2B2C é a melhor forma de operar sua infraestrutura de base. Contudo, a fim de tornar-se o “sistema iOS da blockchain”, ela necessita ampliar sua base de usuários.

De fato, a TRON tem trabalhado durante todo esse tempo. Em 27 de janeiro deste ano, a TRON anunciou sua parceria estratégica com a Global Social Chain (GSC), uma nova geração de rede social com base em milhões de usuários de redes sociais. Sua base de usuários era de interesse da TRON.

Atualmente, a maioria dos usuários da TRON são fãs de Sun. A aquisição foi uma forma fácil de expandir a base de usuários da TRON, além de parcerias. Isso é exatamente o que o BT oferece.

O BT, ou o Protocolo BitTorrent, é um protocolo P2P de compartilhamento de arquivos. Com o BT, qualquer pessoa faz downloads e uploads de arquivos. Contanto que eles não excluam os arquivos imediatamente após o download, parte do arquivo será armazenado localmente em seus computadores. Quando um novo usuário deseja fazer o download do arquivo, ele não precisa obter a totalidade do arquivo do servidor central; ao invés disso, ele pode fazer o download dos usuários do BT. Desta forma, a velocidade de download será maior à medida que há mais pessoas fazendo o download do arquivo, o que aumenta significativamente a eficiência da distribuição do arquivo.

Os Otakus certamente estão familiarizados com isso — eles estão acostumados a usar o BT para fazer download de filmes, músicas e trabalhos de professores.

De acordo com o BT, eles têm cerca de 170 milhões de usuários de seus produtos, incluindo os seus maiores clientes e o BitTorrent Now. O último foca em vídeos, música e outros conteúdos criativos. O BT alega que, em circunstâncias normais, eles suportam até 40% do tráfego de internet do mundo por dia.

Espera-se que a aquisição do BT pela TRON traga algo em torno de milhões de usuários para a companhia. Uma base maior de usuários motivará a implementação de novos projetos.

O renascimento do BT: Tecnologia líder + Um modelo de negócios totalmente novo

Apesar de o BT ter um papel de destaque na tecnologia, ele tem tido dificuldades para atingir uma conquista maior devido ao seu modelo de negócios. Ademais, já foi dito que a tecnologia do BT contribui com a pirataria, mesmo que o BT seja apenas um protocolo e não esteja desrespeitando nenhuma lei. Mesmo assim, essas declarações afetaram a marca do BT e até mesmo o seu modelo de lucro.

Agora, a aquisição guiará o BT por um caminho totalmente novo para o sucesso.

Em termos de tecnologia, o protocolo BT é baseado em tecnologia P2P, o que significa que o documento é armazenado em muitos parceiros anônimos que participam do processo voluntariamente. O arquivo pode ser obtido de todos esses parceiros, o que é similar à tecnologia blockchain. No entanto, os parceiros não recebem nenhuma recompensa por utilizar seus discos rígidos, banda larga e CPU. Isto é, participar deste processo de download não gera nenhuma renda.

A base de dados distribuída baseada em blockchain da TRON é similar à tecnologia de compartilhamento de documentos P2P. A única diferença é que a blockchain registra as transações – todos os parceiros participantes colaboram uns com os outros para verificar transações e garantir a segurança dos dados. Além disso, a TRON usa sua criptografia TRX para encorajar mais desenvolvedores a participar da rede e ao mesmo tempo gerar lucros aos usuários. Desta forma, a TRON é capaz de criar uma comunidade para todos os seus usuários.

Em termos de aplicativos, com a ajuda do BT a TRON é capaz de elevar o nível da sua tecnologia e aumentar a fidelidade dos usuários, transformando seus usuários em apoiadores e em pessoas que acreditam na TRON, por fim.

Ainda, a rede pública da TRON é equipada com TPS rápido (mais de dezenas de milhares). Um TPS rápido permitirá à blockchain TRON dar suporte a mais contextos de aplicação, e consequentemente estimular com grandes incentivos mais usuários a participar da rede.

Para desenvolvedores back-end, eles conseguem satisfazer os critérios de alta concorrência, baixa latência e transmissão maciça de dados para aplicação em entretenimento online descentralizado. Com a ajuda da TRON, o BT também pode oferecer a experiência descentralizada ideal para seus usuários de internet.

A TRON estabelece infraestrutura para a internet descentralizada enquanto o BT tem um protocolo descentralizado para auxiliar sua enorme base de usuários a compartilhar e fazer download de conteúdo. A aquisição do BT pela TRON é sem dúvida uma conquista em seu caminho para um sucesso maior, e a consolidação das duas empresas será também um clássico na história da aquisição de empresas.

Bitcoin News Brasil

Comentários