Name Price24H (%)
Bitcoin (BTC)
R$20,291.73
-3.43%
Ethereum (ETH)
R$613.47
-3.86%
Litecoin (LTC)
R$272.86
-1.85%
Binance Coin (BNB)
R$25.88
-0.03%
Genesis Mining expande para mineração de Ethereum com contra...

Bitcoin

Genesis Mining expande para mineração de Ethereum com contratos anuais

A Genesis Mining, provedora de mineração na nuvem, está ampliando suas operações de mineração com o lançamento de contratos de mineração de Ether na nuvem. Pela primeira vez, os clientes da Genesis Mining poderão minerar o Ether, combustível que alimenta a rede Ethereum.

Nossos clientes pediram e atendemos. Devido às atividades de mineração de larga escala em GPU, ficamos felizes em oferecer setores significativos de nossas fazendas para a mineração de Ether na nuvem. Dessa forma, os usuários podem contar com nossa economia de escala e nossas plataformas de mineração em GPU otimizadas e movidas a energia geotérmica na Islândia.

Estamos otimistas com o Ethereum e esperamos dar a nossos clientes a chance de lucrar com esta inovação empolgante e também apoiar a rede”, disse Marco Streng, presidente da Genesis Mining, em uma declaração.

Para alguns, o Ethereum é considerado o Bitcoin versão 2.0. Ele foi criado por Vitalik Buterin em 2013 e desde então arrecadou mais de US$ 15 milhões para permitir que participantes criem e firmem contratos inteligentes. Um contrato inteligente é um protocolo que pode firmar regras encontradas em um contrato sem a necessidade de intervenção humana.

Nossas fazendas de mineração em GPU estão minerando X11 e Ethereum. A ampliação está ocorrendo continuamente, e já que agora vendemos Ethereum na nuvem, estamos aumentando a capacidade de mineração de Ethereum”, disse Streng em uma entrevista para a Bitcoin Magazine.

A Genesis Mining já tinha uma fazenda de mineradoras em GPU (que são ineficientes para mineração de bitcoin) porque oferece mineração de X11. Visto que muitos usuários estavam interessados no Ethereum, a empresa optou por desviar recursos para a tarefa de minerar Ether. Esta ação não implica em qualquer impacto à fazenda de mineração de bitcoin.

Não há dúvida de que mais mineradoras na rede aumentam a segurança da mesma. É incrível ver empresas de operações como a Genesis terem interesse em apoiar o Ethereum”, disse Vitalik Burterin em uma entrevista para a Bitcoin Magazine.

Contratos com duração de um ano

Atualmente estão ocorrendo esforços para a transição do Ethereum de prova de trabalho (em inglês, PoW) para prova de participação (PoS), o que dá poder àqueles que possuam moedas. Quanto mais de uma moeda uma pessoa possuir, mais ela é capaz de minerar. Por causa disso, a Genesis Mining oferecerá somente contratos de curto prazo.

“É um plano de mineração de um ano voltado para o Ethereum e que muda para o X11 depois que o Ethereum mudar de PoW para PoS até o fim do ano (2016)”, disse Streng. “É um retorno sobre o investimento (ROI) acelerado comparado a nossos contratos vitalícios devido aos preços baixos, as taxas zeradas (todas incluídas antecipadamente) e o período de tempo mais curto.”

A Genesis Mining oferecerá três planos. Mineração de pequena escala de 3 MHs por US$ 53,97, mineração de média escala de 50 MHs por US$ 899,50 e mineração de larga escala de 100 MHs por US$ 1.799.

Comentários

Bitnami