Name Price24H (%)
Bitcoin (BTC)
$3,415.31
-2.66%
Ethereum (ETH)
$90.31
-1.49%
Bitcoin Gold (BTG)
$11.67
-1.97%
XRP (XRP)
$0.304372
-1.6%
EOS (EOS)
$1.94
-4.34%
HMS – Uma Comunidade de Auxílio Mútuo Baseada na Blockchain ...

Bitcoin

HMS – Uma Comunidade de Auxílio Mútuo Baseada na Blockchain Construindo Seus Próprios Contratos de Auxílio

Comunicado de Imprensa Bitcoin: A Hi Mutual Society (HMS) é uma startup baseada na blockchain que resolve os problemas que vemos hoje na sociedade em relação aos seguros. A blockchain com seguro é um rumo de interesse importante para a indústria financeira, mas infelizmente não possui cenários de aplicação particularmente bem sucedidos até agora.

10 de março de 2018, Ilhas Cayman: A HMS acredita que o auxílio mútuo similar ao seguro é um cenário mais comercializável. A natureza dos seguros é a segurança, e a segurança frequentemente propaga riscos por meio do auxílio mútuo. Os contratos inteligentes da blockchain e a tecnologia descentralizada pode m melhorar a eficiência operacional e credibilidade desta área.

Arthur, Chefe de Operações de Produtos, declarou:

“A HMS (Hi Mutual Society) espera construir uma comunidade global de auxílio mútuo na blockchain. Primeiro de tudo, começando com negócios para clientes, a HMS lançará diferentes planos de auxílio mútuo baseados em diferentes cenários, tais como plano mútuo para doença, plano mútuo para clima ruim e plano mútuo para desastres. Esses planos de auxílio mútuo são similares a políticas de seguros padrões, exceto pelo fato de não serem rigidamente amortizados”.

O Etos da HMS

A fim de realizar a operação da plataforma, a HMS planeja criar o Certificado Hi Mutual (HMC) como base dos benefícios de filiação e participação em planos de auxílio mútuo. O usuário precisa alcançar um certo número de HMCs antes de associar-se a um plano de auxílio mútuo específico.

Os usuários que associarem-se a um plano de auxílio mútuo podem receber participações iguais de outros usuários se a situação for acionada. Se aqueles que já associaram-se a um plano mútuo estiverem com o saldo de HMC abaixo da exigência mínima para um pagamento individual, eles perderão sua filiação temporariamente. Os usuários finais terão acesso à plataforma por meio do DApp.

A plataforma habilita serviços tais como associar-se a um plano mútuo, gerenciar contas, carregar materiais necessários e participar da operação da comunidade.

Em termos de negócios

A HMS planeja estabelecer uma plataforma de ecologia e aplicações de auxílio mútuo, permitindo que terceiros criem seus próprios contratos de auxílio mútuo no ecossistema de contratos. Uma vez que o desenvolvimento do DApp for concluído, a HMS abrirá o acesso ao seu código fonte e oferecerá um sistema de usuário unificado, IM, conta de token e outros módulos na plataforma. Organizações terceiras apenas precisam editar os contratos inteligentes na plataforma de acordo com a lógica estrutural.

Arthur acredita que a plataforma baseada na blockchain da HMS oferece as seguintes vantagens em relação aos seguros tradicionais ou plataformas centralizadas:

A HMS irá melhorar a credibilidade da plataforma. Com base nos contratos inteligentes da blockchain, o número de usuários, a lógica operacional e as condições de gatilho para planos de auxílio mútuo são todos abertos e transparentes e não podem ser modificados. A confiança original dos usuários em planos de auxílio mútuo é baseada na credibilidade da plataforma. Em qualquer circunstância normal, se a plataforma tiver seus dados violados, tais como o número de usuários e o montante de dinheiro total, então os interesses dos usuários sofrerão. A blockchain evitará completamente qualquer tipo de risco moral similar.

A HMS reduzirá os custos operacionais. Os contratos inteligentes da blockchain poderão eliminar custos de mão-de-obra desnecessários, automatizar o processo de associação, pagamento, compensação e outros processos para abreviar o ciclo de pagamento de melhorar a eficiência operacional.

Esclarecendo o ponto de que se todo o processo de pagamento é baseado em um contrato inteligente, as liquidações de sinistros serão evitadas sob a condição ideal, o ciclo de liquidação de sinistro também será abreviado. A experiência de usuário no produto de seguro é frequentemente afetada por disputas de pedidos, insultos e queixas de que os usuários não reportam os conteúdos do contrato ou pertencem ao escopo de isenção de responsabilidade.

A indústria acredita que isso deve-se principalmente à informação assimétrica e opaca entre os dois lados, das quais as investigações e perícias levarão muito tempo e esforço para melhorar os custos de operação de companhias de seguro, resultando em pedidos não sendo processados pontualmente, o que reduz significativamente a experiência de usuário. Sob a aplicação da tecnologia da blockchain, a informação de usuário será protegida e armazenada da maneira mais justa possível, o que melhora a precisão e eficiência da troca de informações entre as duas partes do seguro.

No entanto, na realidade, o problema com as indústrias de seguro ou auxílio mútuo é que é difícil ser completamente “online” porque, além de uma linha completa de seguros tais como atrasos de vôos e custos de frete, os dados exigidos para pedidos extensivos de seguros de saúde não são digitalizados ou compartilhados.

A HMS suporta a privacidade e confidencialidade do usuário. Antes da blockchain, companhias centralizadas dominaram um grande número de informações sigilosas dos clientes no processo de subscrição e sinistros, o último sendo armazenado em um servidor centralizado, o qual possui o risco de vazamento ou ataque. A blockchain pode resolver esses problemas. A HMS criptografa os dados pessoais dos usuários na blockchain e usa uma chave privada para autorizar o contrato inteligente.

Para a globalização dos usuários

O formato da plataforma é propício para a diversificação dos produtos de auxílio mútuo e para a globalização dos usuários. A HMS introduziu uma plataforma que permite que terceiros definam seus próprios planos de auxílio mútuo, o que Arthur vê como mais possibilidades, expandindo o mercado para a plataforma não apenas para seguros e auxílio mútuo, mas também para novos usuários introduzidos por meio da otimização da experiência.

“Nos últimos dois anos, o número de planos de auxílio mútuo domésticos cresceu em cerca de 50 milhões, dos quais apenas alguns são usuários originais de seguros, e mais deles são novos usuários trazidos pela otimização institucional. A tendência óbvia é que o Token pode ultrapassar as barreiras regionais dos seguros, portanto acredito que há uma imensa base de usuários potenciais para mercados de auxílio mútuo”.

Há dois principais modelos de lucros na plataforma. O primeiro é cobrar uma certa porcentagem das taxas geradas pelo plano de auxílio mútuo, e o segundo é cobrar o desenvolvedor de auxílio mútuo terceirizado pela Taxa e Gas (unidade especial usada na Ethereum para mensurar quanto trabalho uma ação ou um conjunto de ações exigem para serem performados) iniciais.

A HMS planeja lançar os produtos para a comunidade a nível de plataforma e o DApp por volta do dia 9 de março de 2018. 

A equipe da HMS possui 15 membros, principalmente nas áreas de produto, operação e tecnologia. A equipe central vem sobretudo da companhia de tecnologia financeira Qfund e da companhia de pagamento Circle.

A equipe da Qfund é responsável pelo desenvolvimento e operações globais como membro central inicial no comitê de gerenciamento. Arthur possui 10 anos de experiência no produto e trabalhou para a Circle.

Visite o Website: https://hms.io
Leia o Whitepaper: https://hms.io/Whitepaper_20180111.pdf
Siga no Twitter: https://twitter.com/HMSCommunity?lang=en
Curta no Facebook: https://www.facebook.com/HMStoken/
Converse no Telegram: https://t.me/enhmsglobal

Contato de mídia
Nome: Ankur Teen
Local: Ilhas Cayman
E-mail: business@hms.io

HI Mutual Society é a fonte deste conteúdo. Moeda virtual não é uma moeda corrente, não é apoiada pelo governo e contas e balanços de valor não são sujeitos a proteção ao consumidor. Este comunicado de imprensa possui apenas propósitos informacionais. A informação não consiste em conselho de investimento ou oferta para investir.

Redação

Comentários