Name Price24H (%)
Bitcoin (BTC)
R$22,183.25
-3.43%
Ethereum (ETH)
R$670.66
-3.86%
Litecoin (LTC)
R$298.30
-1.85%
Binance Coin (BNB)
R$28.29
-0.03%
MMA: Lutador torna-se o primeiro da história a receber em bi...

Bitcoin

MMA: Lutador torna-se o primeiro da história a receber em bitcoin

Para ser um lutador de MMA, você precisa ser resistente, inteligente e implacável – feito para resistir por muito tempo. Então, evidentemente, era apenas uma questão de tempo antes que um lutador do Octógono se associasse à moeda de mais de 75 vidas, o bitcoin. No sábado, Jon Fitch tornou-se o primeiro lutador de MMA na história a receber seu prêmio em bitcoin.

Fitch vence luta bitcoin por decisão unânime

A luta foi sediada no Foxwoods Resort Casino (hotel cassino) em Mashantucket, no estado de Connecticut, como evento principal contra Yushin “Thunder” Okami para a promoção da associação de MMA World Series of Fighting (WSOF). Fitch era um ex-competidor do campeonato de meios-médios do UFC, tendo vencido uma sequência de 16 lutas com seus 77 Kg. Agora, ele foi capaz de garantir uma vitória contra um adversário muito maior, que pesava em torno de 95 Kg, e que teve que suar a camisa para chegar aos 77 Kg. As placares foram 29-28, 30-27 e 30-27.

Os motivos pelos quais ele começou a receber em bitcoin são variados, mas é por razões práticas ou qualquer outra coisa, já que Fitch parecer ter questões éticas com a atual situação econômica. Fitch contou à Inverse:

Depois do colapso financeiro de 2008, fiquei com menos de US$ 180.000 em meu condomínio em San Jose. Não queria continuar sustentando pessoas que meio que fizeram aquelas coisas acontecerem. Então comecei a experimentar as criptomoedas. Agora vejo todas as suas possíveis aplicações. Especialmente o blockchain e a tecnologia por trás dele. – Jon Fitch

Muitas pessoas não sabe quanto, ou quão baixos, são os valores que lutadores de MMA recebem. Agora que Fitch está fora do UFC, trabalhar no evento principal ou em uma liga secundária rende a ele pouco mais de US$ 1.000, que receberá em moeda digital. Ele não tem um patrocinador, mas sua vitória no sábado pode tê-lo ajudado nesse sentido.

O atrativo para mim na combinação entre o bitcoin e o MMA é que é um esporte internacional. Muita gente tem problemas com o recebimento e o processamento de pagamentos que acontece. Você luta no Brasil ou em outro lugar qualquer, e bastam umas poucas semanas até receber seu cheque. Nem sempre é fácil para vários lutadores. Eles têm que pagar pessoas, preparadores físicos, despesas e coisas do tipo.

A vitória no sábado levou seu recorde para 27-7-1 e o deixa como o principal competidor para a conquista do título atualmente vago de meio-médio da WSOF.

Comentários

Bitnami