Name Price24H (%)
Bitcoin (BTC)
$6,349.71
-0.4%
Ethereum (ETH)
$206.38
-1.67%
Bitcoin Gold (BTG)
$28.21
-1.41%
XRP (XRP)
$0.51
-1.32%
EOS (EOS)
$5.22
-3.07%
O futuro fracasso das Altcoins – E o que você pode faz...

Altcoins, Bitcoin

O futuro fracasso das Altcoins – E o que você pode fazer para apressá-lo

“Ó meus irmãos, então sou cruel? Mas eu digo: ao que cai, deve-se ainda empurrar!

Tudo de hoje – cai, decai: quem ia querer segurá-lo? Mas eu – eu quero ainda empurrá-lo!
Conheceis a volúpia que rola pedras para profundezas abruptas? – Esses homens de hoje: vede como rolam pedras para minhas profundezas!

Um prelúdio sou eu para melhores intérpretes, ó meus irmãos! Um exemplo! Fazei conforme o meu exemplo!

E a quem não ensinais a voar, ensinai-lhe a – mais rapidamente cair!

Friedrich Nietzsche – Assim Falou Zaratustra

INTRODUÇÃO

Denomina-se altcoin qualquer rede de menor tamanho que venha a competir com a função do Bitcoin (BTC) enquanto moeda. Deste modo, Litecoin é uma altcoin, enquanto Bitmessage, não, embora esta seja inspirada na tecnologia do Bitcoin. O sistema Ripple não é uma altcoin, embora exista uma altcoin chamada ripple (XRP) indissociável do mesmo.

Este artigo explica por que existe uma tendência a uma única moeda dominante, por que o efeito rede (network effect) do Bitcoin o favorece de modo sobrepujante sobre qualquer um de seus competidores, e por que se deve adotar um discurso contra as altcoins em vez de deixar que mais pessoas sejam enganadas pelas mesmas.

OS USOS DE UMA MOEDA

Há duas coisas que se pode fazer com uma moeda: poupá-la ou gastá-la. Embora num futuro imagine-se que a maior parte dos indivíduos se tornará tanto poupadora quanto gastadora de bitcoins, é possível separar conceitualmente os dois usos.

É possível que pessoas poupem com uma moeda mesmo que não haja qualquer item para comprar com a mesma (N.T.: o ouro é um exemplo). É impossível, entretanto, gastar uma moeda (ou seja, usá-la como meio de troca) a menos que alguém queira guardá-la. Se todos os que adquirissem bitcoin o fizessem com o único propósito de gastá-lo literalmente de imediato, então seria impossível que este tivesse qualquer valor. Qualquer um que o guardasse por qualquer período de tempo estaria disposto a se livrar dele por qualquer preço, até mesmo zero.  Uma vez que a moeda desenvolve um pouco de demanda, então ela pode ser usada como meio de troca pagando aqueles que a desejam em troca de um bem ou serviço.

O valor total de mercado de uma moeda deve ser visto como grosso modo proporcional, ceteris paribus, à liquidez da referida moeda. Esta corresponde ao valor que se pode comprar ou vender da mesma moeda sem alterar significativamente seu preço. Embora seja teoricamente possível que uma moeda de determinado valor de mercado suporte qualquer volume de comércio servindo de meio de troca, isto requere que as pessoas estejam cada vez menos dispostas a guardá-la à medida que o volume de negócios cresce.  Nesta situação, graves dificuldades práticas acabam surgindo. Se alguém deseja comprar algo mais caro do que todo o valor de mercado da moeda, por exemplo, será obrigado a dividir o pagamento em múltiplas transações.

Qualquer desequilíbrio entre compradores e vendedores afetaria mais drasticamente o valor de mercado de uma moeda caso sua capitalização total seja menor, ou seja, esta seria menos líquida.

NO TOPO

Uma moeda mais líquida tem uma vantagem sobre a de menor liquidez porque consegue suportar maior comércio. Além disso, a liquidez em uma moeda provoca uma retroalimentação: quanto mais as pessoas compram uma moeda, mas líquida ela se torna. Isto naturalmente tende a promover o sucesso de uma única moeda sobre as demais.

Considere-se o exemplo hipotético de uma economia que empregue exatamente duas moedas, A e B, as quais são igualmente preferidas por poupadores. Por qualquer razão, a moeda A desenvolve uma discreta vantagem sobre a moeda B. Alguns indivíduos, consequentemente, trocam B por A, deste modo discretamente aumentando o valor de mercado e liquidez de A e reduzindo o de B.

A partir de então, além da vantagem discreta inicial sobre B, a moeda A tem a vantagem de ter se tornado mais líquida. Como resultados, mais pessoas venderão B por A. A vantagem inicial de A se amplifica, e na medida em que a disparidade entre A e B cresce, a superioridade se torna mais e mais evidente.

Este processo continuará enquanto B continuar existindo como moeda. Esta pode no fim servir apenas a algum propósito marginal, mas não como meio de troca geral.  Deve-se esperar este processo para quaisquer duas moedas num livre mercado, deixando por fim uma que é absurdamente dominante.

Deste modo, uma moeda mais líquida será preferida tanto por quem poupa quanto por quem gasta: para os poupadores em virtude da sua superioridade que se retroalimenta, para os que gastam porque simplesmente há mais possibilidades de compra com a mesma.

É IMPOSSÍVEL PLANEJAR LIQUIDEZ

Liquidez, que se requere para que qualquer coisa seja usada como moeda, não cabe em um protocolo. Não importa o quão brilhante seja o desenho de uma altcoin ou quais propriedades bacanas ela possua. Seu valor depende de um fator que está fora do controle de seu criador, algo mais característico da “ordem espontânea” do mercado do que de um atributo intrínseco da moeda.

Bitcoin e dólar possuem propriedades muito diferentes, de forma que é possível explicar o sucesso do BTC em sua competição com o dólar apesar do efeito rede (network effect) deste justamente em virtude destas características diferentes. Cryptomoedas, entretanto, não possuem propriedades tão diferentes umas das outras, de sorte que há muito pouco sentido em prever uma altcoin competindo com sucesso contra o Bitcoin.

No caso do Litecoin, por exemplo, o valor de mercado 40 vezes inferior ao do Bitcoin se sobrepõe a qualquer diferença em algoritmos de mineração ou tempos de confirmação. Neste exato momento o BTC está crescendo enquanto suplanta as moedas nacionais, mas eventualmente absorverá as altcoins também (NT: entre a publicação original do texto e estra tradução, a razão BTC/LTC saiu de cerca de 20 para mais de 40). O bitcoin engolirá a Litecoin em algum ponto, só não se sabe se como tira-gosto ou sobremesa.

Uma nova altcoin não consegue sobreviver com apenas um pedaço do bolo das cryptomoedas. Ela precisa derrotar todo o resto para ter sucesso, inclusive o bitcoin. Como ela começa em extrema desvantagem em relação ao BTC, não conseguirá ter sucesso com uma tecnologia que é marginalmente superior ao mesmo. Precisa ser tão melhor do que o BTC como este é em relação ao dólar.

ANALOGIAS COM REDES SOCIAIS

Para investidores em moedas, o efeito rede é absoluto porque é impossível comprar bitcoins e outra altcoin com o mesmo dinheiro. Por isso que a analogia com outros exemplos de network effect, como o Facebook e Google+, é espúria. É possível se beneficar de Facebook e Twitter ao mesmo tempo: pode-se postar em ambas as redes sem qualquer custo adicional.

Além disso, há pouco investimento de longo prazo no uso de uma rede social. Atualizações de status perdem valor em horas. Quadros de mensagens vêm e vão. O network effect para redes sociais é pequeno se comparado ao de moedas.

DESERTO INTELECTUAL

Até o momento, muitos têm sido capazes de criar e minerar altcoins sem ter que se justificar com clareza. As respostas ouvidas em discussões costumam ser terrivelmente inadequadas, quer seja com non sequitur (“Scrypt é resistente à ASIC”), incompreensão do efeito rede ou um insosso, inapropriado ceticismo (“como você pode ter certeza absoluta de que o Bitcoin vai vencer?”).

PSICOLOGIA DO INVESTIMENTO EM ALTCOINS

A atual popularidade das altcoins deve ser explicada em termos de tolice e arrogância intelectual, pois não pode ser explicada racionalmente.

Quando investidores observam uma nova altcoin que foi lançada, eles podem pensar “esta rede de cryptomoeda é inovadora, talvez isso signifique que ela se dê bem.” Eles podem comprar neste ponto, ou podem pensar um pouco mais, “mas espere…o BTC tem a rede muito maior e é portanto objetivamente mais útil enquanto moeda do que esta nova altcoin, apesar de suas características inovadoras. Se eu decidir comprar alguma coisa, eu terei que vender alguns bitcoins para tanto, de sorte que há um real custo de oportunidade. Ademais, a única maneira de esta altcoin ter sucesso é se todos os outros investidores fizerem a mesma troca. Eles farão ou não?”

Ao mesmo tempo, muitos de outros investidores pensarão do mesmo modo. Eles também pensarão sobre o que se passa na cabeça do restante também. Vão considerar que “ninguém razoável deve esperar mais do que uma mínima probabilidade de sucesso. Ocorre que como ela (a altcoin) só pode vencer caso muitas pessoas acreditem, isto assegura que ela não pode ter sucesso porque se ninguém comprar mais do que uma pequena aposta, seu fracasso está virtualmente garantido.” Se eles interromperem o raciocínio aqui, permanecerão com o Bitcoin.

Podem, entretanto, pensar algo como “é possível que esta altcoin dê uma foguetada no preço durante a próxima bolha do Bitcoin porque algumas pessoas irão comprá-la, quer seja por falta de inteligência para seguir minha linha de raciocínio ou porque eles também, como eu, percebem que a altcoin pode seduzir algumas presas. Esta é, entretanto, uma proposição de risco porque será difícil saber se eu estou fazendo alguém de otário ou se o otário sou eu.” O investidor então poderá ou não comprar a depender de sua própria confiança na sua habilidade de prever o comportamento de sujeitos tolos.

Resumindo: o investimento em altcoins acaba sendo uma interação dinâmica entre pessoas que não pensaram adiante com aqueles que imaginam estar levando vantagem sobre os outros.

O ESTOURO DA BOLHA

Quanto mais se pedem justificativas válidas aos altcoiners, quanto mais se pergunta como a sua nova moeda alcançará liquidez, menos convincentes seus argumentos se tornam, menos hype eles são capazes de gerar e menos pessoas comprarão estas moedas. Para vencer o movimento das altcoins, deve-se alertar os novatos continuamente contra as mesmas e insistir em pontos relevantes toda vez que o altcoiner tentar mudar de assunto.

A irracionalidade que infla os preços das altcoins é incapaz de continuar indefinidamente. Tão logo os investidores aprendam a pensar profundo o suficiente para saber quem é o otário em questão, os preços das altcoins começarão a cair inexoravelmente. Podemos fazer isso o quanto antes. Eu gostaria de ver um esforço mais concentrado dentro do movimento Bitcoin para exigir respostas válidas e denunciar como charlatães aqueles que não são capazes de oferecê-las.

Não acho que seja correto deixar a bolha das altcoins continuar sem tentar interrompê-la. Altcoins farão com que muitas pessoas percam dinheiro enquanto outras ganhem sem acrescentar qualquer valor. Quem já tem dinheiro investido sofrerá prejuízo, mas é preferível que ao menos não haja mais vítimas.

Embora possa não ter certeza, além de estar sujeito, como qualquer um, à autossugestão, creio que há alguma indicação de que o movimento altcoin está em declínio: não é mais possível criar interesse num clone do BTC como o Litecoin. Acaba sendo necessário acrescentar uma série de propriedades a mais, ou simplesmente agir de modo absurdo (Dogecoin). Além disso, é ridiculamente fácil criar altcoins agora: Coingen é um serviço que automaticamente cria altcoins com qualquer especificação e que, curiosamente, só aceita pagamentos em Bitcoin.

RAZÕES LEGÍTIMAS PARA AS ALTCOINS

Eu não tenho objeções às altcoins especificamente. Minha objeção é às mentiras. Existem razões legítimas para altcoins, mas nenhuma delas permite que se tenha lucro de verdade com elas. Altcoins devem ter pouco ou nenhum valor de mercado, mas o sistema descentralizado como um todo pode ter valor como um experimento ou teste de um possível upgrade do Bitcoin.

Se você está me dizendo que determinada altcoin implementa uma nova ideia interessante, então muito bem. Mas se você me disser que será ”a” moeda e que é um grande investimento, então você está mentindo. Talvez até para si mesmo.

A única razão para que uma altcoin tenha algum valor é enquanto uma especulação extrema acerca da morte do Bitcoin. Embora seja improvável que uma altcoin derrote o Bitcoin com seus próprios méritos, é teoricamente possível que a comunidade Bitcoin destrua o BTC por sua própria tolice. O crescimento de determinada altcoin, nesta situação, serviria de alerta à comunidade Bitcoin para reverter qualquer que fosse o problema.

CONCLUSÃO

Altcoins não são viáveis porque elas são incapazes de reproduzir aquilo que dá ao bitcoin sua preponderante vantagem competitiva: seu valor de mercado. Por esta mesma razão, é antiético criar uma altcoin com o propósito de se obter lucro. Não se deve levar altcoins a sério. A maneira de derrotá-las é exigir que seus proponentes expliquem por que a moeda deles faz sentido enquanto investimento. Quanto mais se exigir isso, pior será o prospecto das altcoins.

Este argumento precisa ser expresso em uma variedade de formas, inúmeras vezes. Este artigo e uns poucos outros que foram escritos não são o suficiente. É preciso repeti-lo à exaustão até que o fim do “movimento altcoin.”

[Este texto foi originalmente escrito por Daniel Krawisz em 14/03/14. Tradução autorizada a partir de http://nakamotoinstitute.org/mempool/the-coming-demise-of-altcoins/]

Duduqa

Comentários