Name Price24H (%)
Bitcoin (BTC)
$5,607.43
-1.75%
Ethereum (ETH)
$178.92
-1.18%
Bitcoin Gold (BTG)
$26.14
1.28%
XRP (XRP)
$0.476740
2.99%
EOS (EOS)
$4.62
-0.05%
Porque e como mercados de previsão descentralizados mudarão ...

Bitcoin

Porque e como mercados de previsão descentralizados mudarão quase tudo

Desculpem os superlativos. Costumo ser muito mais cauteloso com eles. No entanto, quanto mais eu penso sobre isso, mais sinto que mercados de previsão descentralizados e à prova de censura mudarão quase tudo a respeito de nossa sociedade, e isso tem relação com uma diferença central: sua automatização. Um mercado sem permissões e aberto para recompensar aqueles (tanto humanos quanto programas) que preveem o futuro.

Ele terá implicações na distribuição de riqueza, na redefinição de empresas na era digital e até mesmo ajudará a impedir mudanças climáticas. Parece grandioso, mas acontecerá da seguinte forma.

O que?

Mercados de previsão (ou o termo criado originalmente por Robin Hanson: “futuros de ideias” não são novos. O que são eles?

Mercados de previsão (também conhecidos como mercados preditivos, mercados de informaçõesmercados de decisõesfuturos de ideiasderivativos de evento, ou mercados virtuais) são mercados negociados na bolsa e criados com o propósito de negociar o resultado de eventos.

Essencialmente, você aposta contra outros (o mercado) como o resultado se concretizará. Por exemplo, Bernie Sanders será o candidato democrata contra Hilary Clinton. Você compra ações de cada resultado que basicamente são correlacionadas a uma chance percentual de que o evento ocorrerá. Uma vez que o evento tenha ocorrido, o mercado de previsão permitirá que suas ações sejam resgatadas por US$ 1, enquanto as outras ações perdem seu valor comercial. Por exemplo, se você comprar um resultado Bernie Sanders por US$ 0,60 e um resultado Hilary Clinton por US$ 0,40, e Bernie tornar-se candidato, você acreditou que aquilo acontecerá com uma chance de 60%. Sua ficha Bernie adquire o valor de US$ 1. E sua ficha Hilary Clinton adquire o valor de US$ 0. A aquisição de fichas é tão simples quanto pagar US$ 1, com o qual você pode adquirir ambos. Depois você pode comprá-las ou vendê-las com outros a vários preços. Se você não negociar qualquer um dos resultados que comprou, você apenas receberá seu dinheiro de volta (já que uma valerá 0 e a outra valerá 1).

Mercados de previsão existiram e ainda existem. O Intrade era famoso, mas teve que excluir negociadores dos Estados Unidos. Não é fácil fazer parte desse ramo, já que em algumas jurisdições é visto como jogo de azar, enquanto em outras é tido como negociação de opções. O outro receio é de que ele poderia criar incentivos controversos, tais como a previsão da morte de um líder mundial.

Um mercado de previsão mundial, portanto, não se desenvolveu tão bem quanto poderia. Mesmo que funcionasse adequadamente, a criação dele em uma plataforma (APIs e similares) também não é uma tarefa fácil, e existem poucas garantias de que não haverá outra medida repressiva.

A chegada da descentralização

Sistemas descentralizados em que a inovação pode acontecer sem autorização permitiram o desenvolvimento de novas (e velhas) ideias de maneira impressionante. Não teríamos o Facebook, a Wikipedia e o Twitter se a internet não fosse aberta. A liberdade para inovar com informações nos conduziu para onde estamos hoje. Uma plataforma de mercado de previsões aberta existirá, e é muito provável que surja em um blockchain. O livro contábil descentralizado não somente ajuda com a manutenção de uma infraestrutura aberta para a plataforma, mas também permite a separação de assuntos (quem está fazendo o que neste mercado).

Atualmente existem 3 iniciativas conhecidas de mercados de previsão descentralizados em andamento: A Truthcoin/Hivemind (cadeia lateral baseada no Bitcoin), a Augur (que recentemente levantou US$ 5,3 milhões em uma crowdsale (em inglês, venda coletiva de ações), criado no Ethereum) e a Gnosis (plataforma de mercado de previsão em funcionamento no Ethereum). Vou dar ênfase a como será isso no Ethereum.

Em última análise, existirá um mercado de previsão que permitirá a qualquer um criar mercados, apostar em resultados, além de solucioná-los/informá-los. A diferença surge quando você acrescenta o seguinte a ele:

Um mercado de arbitragem para o fornecimento de informações

Ao fim do limite, o resultado de um evento deve ser informado. No passado, ele era geralmente comunicado pelas pessoas que administravam o próprio mercado de previsão (e você tinha que confiar que elas informariam corretamente). Com um sistema descentralizado, você pode substituir isso em vários sistemas. Um mercado para um evento pode ser decidido por uma pessoa.

Se essa pessoa for confiável, então teremos liquidez. Se não for confiável, então várias pessoas podem informar um resultado (onde 2 de 3 devem estar em acordo, por exemplo). Os participantes do mercado também podem votar em quem quiserem que informe. Sistemas como a Augur possuem um sistema de fichas onde aqueles que tiverem a ficha votam em resultados como um público. Todos esses estilos são substituíveis. Em algumas circunstâncias, você sequer precisaria que um relatório fosse feito. Se a informação já estiver no Ethereum, a definição ocorrerá sem a necessidade de uma fonte confiável. Por exemplo, se alguém estiver vendendo sua música no Ethereum, e ela estiver acessível publicamente por outros contratos, você pode usá-la do jeito que estiver.

Por fim, e talvez o mais interessante, é que você só precisa de uma ameaça de ocorrência de um resultado para que o mercado convirja para o resultado correto. Quanto mais se aproxima do horário de um evento, mais ele começa a convergir para seu verdadeiro resultado à medida em que aumenta a clareza. Portanto, de certa forma, as fichas adquiriram valor zero de um lado e valor 1 de outro, resolvendo a si próprias automaticamente. Em uma situação onde isso tenha dado errado, os usuários podem fazer um depósito para contestá-lo, o que faz com que um árbitro tenha que entrar em ação e decidir.

Apostas automáticas

Esta é provavelmente a mais importante. Se for uma camada aberta, qualquer programa pode começar a fazer previsões. Mercados de previsão que forem conduzidos somente por humanos lentos que tiverem que processar tudo jamais terão liquidez o bastante para serem úteis. Programas podem apreender muito mais e fazer previsões muito melhores sobre o futuro.

Acumular conhecimento sobre o mundo automaticamente e combiná-lo corretamente resultará em ganhos financeiros. Portanto, empresas como o Google e o Facebook estarão com uma vantagem considerável ao fazerem apostas nestes mercados de previsão. Sensores burros em cada avenida poderiam prever por conta própria ou venderem a informação (falaremos mais sobre isso posteriormente). E por fim, você pode criar robôs que fazem previsões baseadas em algum modelo: podem ser baseadas em uma pessoa, em um grupo ou em qualquer combinação (também falaremos mais sobre isso posteriormente).

A diferença deste para um criador de mercado tradicional é sutil. O objetivo não é facilitar negociações, mas sim automatizar previsões.

O resultado?

Uma vez que você acrescente essas peças, consegue comportamentos emergentes potencialmente fantásticos. Aqui estão alguns exemplos.

Mercados de informação

Você vende suas informações para que sejam usadas em mercados. Se a informação está no mesmo ecossistema dos mercados de previsão (digamos, o Ethereum), então você pode vender esta informação para ser usada de um modo não confiável dentro do próprio mercado. Isso é um santo graal por diversas razões. A tão falada “internet das coisas” será extremamente útil aqui. Um sensor pode produzir informações e colocá-las no blockchain (público). Se for usado para o fornecimento de informações, pode cobrar pelas mesmas. Isso também poderia resultar em mercados onde as informações não seriam divulgadas publicamente, mas sim criptografadas, e nos quais podem ser vendidas para que outros obtenham conhecimento para prever de maneira mais eficaz. Então, mercados de informação podem desenvolver-se em torno da venda de informações para ajudar a prever e a informar. Isso não existirá apenas para ser um sensor de dados. Poderia acabar tornando-se a norma para informar qualquer tipo de dado dentro do blockchain, especialmente para fins de fornecimento de informações. Não quer dizer apenas que você pode ter informações auditadas e transparentes lá, mas também significa que pode fornecer imediatamente uma fonte confiável para que se aposte em informações a um custo muito baixo para o produtor. Por exemplo, você decide registrar a receita mensal da sua empresa no blockchain.

Novos tipos de organizações

Com o crescimento da mídia social, vimos sua capacidade de unir pessoas de novas maneiras: impulsionadas por um objetivo em comum, sem os processos burocráticos normais. A Primavera Árabe é um bom exemplo, onde esses movimentos permanecem relativamente sem liderança. Recentemente, um movimento para reduzir valores de mensalidade de ensino superior na África do Sul se uniu em torno de uma hashtag (#feesmustfall, em inglês, “os valores devem cair”), o que formou o local de sua fluida organização.

Estas organizações são diferentes das que vimos antes porque a mídia social permite a comunicação quase instantânea e a filtragem imediata (baseada em retweets) de notícias e eventos importantes que posteriormente afetam e informam o restante da organização. A associação é tão fácil quanto o uso da hashtag. É a versão em rede de uma organização. Não há uma permissão para tornar-se parte dela. Como alguém cria meios para incentivar essas novas organizações (ganho financeiro) e como você as ajuda a tomar decisões?

Você usa mercados de previsão. Assim como essas organizações de hashtag movem-se como fazem as massas, da mesma forma devem ser suas tomadas de decisões. À medida em que organizações começam a lidar com seus objetivos, vários resultados são gerados constantemente, os quais são transformados em objeto de aposta por parte de pessoas da organização e de outros fora dela. Isso conduz automaticamente no sentido dos resultados que servem aos objetivos da organização.

Visto que essas organizações em rede movem-se na velocidade da mídia social, pode ser que você precise da ajuda de nossos amigos robôs para apostarem em seu nome. E isso nos leva para a próxima parte.

Distribuição de renda

Se os mercados de previsão serão tão úteis na criação de renda para aqueles que estão bem informados, então pode ser interessante a criação de robôs de previsão personalizados e automatizados. Estes robôs apostam automaticamente em eventos tendo por base em quem você é e o que faz. Se você se unir a uma organização de hashtag (o tweet aparece no seu feed), então o robô detecta isso automaticamente e supõe que isso é um indicador de que esse movimento pode ser bem-sucedido, o mesmo valendo para apostas feitas nesse resultado (resultando em ganho financeiro automático). Outro exemplo é se você frequenta um café: seu robô começará a apostar automaticamente na receita que é divulgada pelo estabelecimento. Você está influenciando diretamente seu sucesso sendo um patrocinador e, dessa forma, pode participar de seus lucros financeiros.

Isso representa uma maneira potencialmente nova de se olhar para organizações. Talvez, no futuro, sequer precisaremos de coisas como ações ou títulos. Alguns locais recebem o fluxo de dinheiro, o qual é usado para melhorar um indicador que pode ser previsto. Isso descreve um novo modelo de “investimento”. Se você doar US$ 10.000 para uma organização ou grupo, sabe que seu indicador de sucesso irá melhorar, e assim você pode se beneficiar desse ganho financeiro. Existem inúmeros indicadores que poderiam ser influenciados dessa forma. Basta “estar vivo” para afetá-los. Nem sequer precisa ser algo financeiro (estou desenvolvendo um aplicativo interessante que não é financeiro e será lançado em breve). Esta oportunidade estará à disposição de todos nós, em qualquer escala.

Futarquias

Futarquia é um sistema de governo onde um indicador é escolhido (suponhamos, o PIB em 10 anos). Os resultados recebem apostas baseadas em certas decisões (PIB em 10 anos se houver investimento em educação). Se sim -> Qual será o PIB? Se não -> Qual será o PIB? Então você coloca a previsão mais alta no mercado. Depois de 10 anos, você premia aqueles que previram corretamente.

A previsão do futuro por milhões de programas e inúmeras pessoas não poderá ajudar de forma alguma os governos atuais na escolha do que fazer (sem sequer recorrerem a uma futarquia).

Proteção de sistemas naturais

Poderíamos usar mercados de previsão para proteger nosso clima e nosso ambiente?

Karl Schroeder descreve um possível sistema como esse nesta publicação de fórum. Em suma, você tem uma IA (inteligência artificial) interagindo automaticamente com um sistema natural para protegê-lo. Os mercados de previsão poderiam estar na base disso. Um indicador poderia ser algo como o crescimento de novas árvores em uma área.

Se estou interessado em ver um ecossistema florescer, posso obter ganho financeiro com isso através da sua proteção e do seu fomento (você prevê primeiro e então adota a mudança). Você se assegura de que uma certa quantidade de árvores seja plantada. Sensores podem oferecer avaliações e fornecimento de informações muito mais variados vs. resultados mais concretos (tais como árvores plantadas). Por exemplo, a medição de poluição. Esta informação será vendida para as partes interessadas. Para a criação desses sensores, pode ser feito um crowdfunding (em inglês, financiamento coletivo) por um grupo de ambientalistas, os quais ganharão esses valores e que podem posteriormente resultar na criação de um ecossistema ainda mais sustentável.

Sistemas de IA descentralizados?

O que acontece se você tiver sensores automatizados voando por aí e coletando informações para a realização de previsões? Vou deixar o restante do raciocínio por sua conta. 😉

Conclusão

Um mercado de previsão é uma ideia poderosa. Já um mercado de previsão descentralizado é uma ideia ainda mais poderosa. Uma vez que associemos a capacidade de automatizar previsões combinada com a IA, a aprendizagem-máquina e a internet das coisas, os mercados de previsão tornam-se algo que realmente mudará quase tudo. Irão resultar na capacidade de moldar externalidades de uma maneira muito melhor.

O próprio Patrick Collison da Stripe fez essa pergunta no ano passado.

E, sim, seria um grande avanço, e os mercados de previsão descentralizados podem fazer isso. Então desculpem os superlativos, mas a partir desta posição privilegiada, eu apostaria nisso.

Fonte: ConsenSys

Redação

Comentários