Name Price24H (%)
Bitcoin (BTC)
$3,500.12
-1.99%
Ethereum (ETH)
$108.56
-5.80%
XRP (XRP)
$0.299508
-4.25%
EOS (EOS)
$2.32
-4.30%
Bitcoin Gold (BTG)
$10.41
-4.39%
Revoltante: Meios de comunicação na China foram proibidos de...

Bitcoin

Revoltante: Meios de comunicação na China foram proibidos de noticiarem a próxima Conferência Bitcoin.

Instruções de censura foram emitidas por autoridades do governo chinês para os meios de comunicação chineses, obrigando-os a não fornecer cobertura na mídia para Cúpula Mundial de Bitcoin que acontecerá neste final de semana nos dias 10 e 11 de maio.

As instruções vazaram na Internet através da agência de notícias China Digital Times, com base na Califórnia. Pura evidência de que o governo chinês está sim procurando limitar a informação sobre o Bitcoin na
mídia.

A informação liberada sugere que novas diretrizes para a comunicação doméstica na China sobre bitcoin no futuro também foram emitidas.

Aqui um trecho da informação:

“Pedimos a todos os web sites para não participarem ou reportarem sobre o encontro. Não publiquem (nada) sobre Bitcoin. De agora em diante tudo que for reportado sobre Bitcoin deverá está de acordo com as especificações das agências reguladoras financeiras. Favor cumprir com o acima exposto imediatamente.”

Não é certa a data que a censura foi estabelecida, pois, segundo o web site China Digital Times, é muito comum os meios de comunicação receberem ordens de censura verbalmente. O que também sugere ser uma prática bem comum desse país que já ultrapassa os EUA na liderança de poder do mundo.

Mudança de planos

No último dia 6, os diretores das 5 principais exchanges na China (OKCoin, BTC China, BtcTrade, CHBTC e Huobi) anunciaram que não participariam da conferência e que estariam realizando um compromisso em conjunto para cumprir com as políticas e regulamentações do Estado.

nobitcoinsallowed

Aumentando as tensões

O vazamento ocorre num tempo meio que incerto para o ecossistema do Bitcoin da China, que tem visto recentemente uma série de grandes bancos se distanciarem publicamente da moeda digital.

Esta semana o ICBC (Industrial and Commercial Bank of China), o maior banco do mundo por total de ativos e capitalização de mercado, foi o último banco a banir a compra e venda de bitcoins e litecoins naquele país.

Fonte: CoinDesk

Marcus Coelho

Comentários

coinmag

Minerador de bitcoin aposentado (de julho/2011 a abril/2014) e grande entusiasta da criptomoeda, acreditando-a capaz de provocar grandes e favoráveis mudanças no mundo financeiro. Você pode fazer doações (tipping) para Marcus no endereço marcuscoelho.tip.me Marcus mantém também seu próprio blog verdadeproibida.com onde advoga contra a conspiração da Nova Ordem Mundial.